Imprima essa Página Mídia Mundo

terça-feira, 12 de dezembro de 2017

Uma aula de bom jornalismo


A Guerra do Brasil é um documento histórico. Pesquisa feita pela equipe de O Globo (Rio de Janeiro, RJ), a partir de dados oficiais, descobriu que há um assassinato a cada 10 minutos no Brasil! E que em apenas 15 anos foram assassinados 786 mil pessoas no país.

Na capa do jornal hoje, a comparação com a população de Lisboa. Poderia ter sido o equivalente a três Florianópolis também. É muita gente.

O material completo, que desde ontem está no site de O Globo, é excelente. Jornalismo de dados, linguagem visual, tudo funciona. Uma aula de bom jornalismo.

Assinantes de O Globo podem ver aqui.

segunda-feira, 11 de dezembro de 2017

Gazeta do Povo volta atrás


Gazeta do Povo (Curitiba, PR), que há alguns meses reduziu a frequência da edição papel a uma por semana, mostrou maturidade na plataforma digital.

Depois de ver reação negativa a uma ferramenta para receber relatos de doutrinação ideológica nas salas de aula, a empresa decidiu retirar a aplicação do ar.

A história completa está aqui.

PS: dica de Paulo Freitas

terça-feira, 5 de dezembro de 2017

Uma foto nota 10


Se chama Mila Cordeiro a autora dessa ótima foto, maravilhosamente bem editada na capa de A Tarde (Salvador, BA).

A força da imagem é meio caminho andado para que a primeira página do jornal seja potente. A foto cumpriu seu papel.

Falta de manchete


O Diário de Cachoeirinha (Cachoeirinha, RS), um município da Grande Porto Alegre, deve estar em crise. Crise de reportagem, crise de criatividade, crise de imaginação.

Ou como explicar que a conclusão obvia de uma palestra tenha virado manchete do jornal?

1. Irrelevante
2. Sem o menor interesse público
3. Absolutamente obvia, tipo "não-notícia"

Dessa forma o futuro do DC está selado. E não será feliz.

segunda-feira, 4 de dezembro de 2017

A lua e o Capitólio


Sim, a imagem da lua contrastando com o Capitólio, em Washington, é muito bonita. Mas fica estranho quando três grandes jornais do país a publicam na capa, não?

The Washington Post (Washington, DC), The Wall Street Journal (Nova York, NY) e USA Today (McLean, VA) apostaram tudo no encontro do astro com a câmara dos deputados.




quarta-feira, 29 de novembro de 2017

Quatro tentativas, nenhum acerto



Quando há um evento mais que esperado - como a final da Taça Libertadores com uma equipe local - os editores brilham. Criam capas antológicas.

Não foi o que aconteceu em Porto Alegre.

Quatro jornais tentaram - em vão - algo histórico. Mas tropeçaram.

Diário Gaúcho (Porto Alegre, RS) chegou perto, mas disse pouco. Metro (Porto Alegre, RS) arriscou uma ilustração, porém ficou devendo. Os tradicionais Zero Hora (Porto Alegre, RS) e Correio do Povo (Porto Alegre, RS) foram extremamente conservadores. E hoje era o dia da ousadia.

Todos perderam uma oportunidade. Quem sabe amanhã tem outra - que não seja a sempre presente foto com a taça no pódio.

Jornal local. Mas a foto...


Outra vez o Jornal da Cidade (Bauru, SP) esquece que é um diário de uma cidade do interior. E abre como foto principal uma imagem de Bali, Indonésia.

Sim, Bali!

Incrível. Depois os executivos de plantão discutem horas e horas os motivos para a circulação em papel estar em queda-livre.