Imprima essa Página Mídia Mundo: Só dois jornais se salvam no escândalo do Enem

terça-feira, 9 de novembro de 2010

Só dois jornais se salvam no escândalo do Enem


Não adianta. O vício de publicar o que todos já sabem é maior que qualquer tentantiva de ser diferente.
Todos os jornais brasileiros apenas repetiram o que o mundo - e os 5 milhões de estudantes - já sabiam desde o início da tarde: o Enem está suspenso. Jornais de Porto Alegre a Manaus limitaram-se a contar o desnecessário, que as provas foram suspensas.
Onde estão as consequências? O que o estudante deve fazer? Quem foi o incompetente que errou na organização das provas?
O Dia (Rio de Janeiro, RJ) e o Diário de S. Paulo (SP) conseguiram ir um pouco além, condenando a incompetência das instituições e defendendo a moral dos estudantes, que foram feitos de palhaços.
Nota 0 para quem organizou o Enem.
Nota 0 para os jornais preguiçosos (aqui representados pelos maiores: Folha de S. Paulo, O Estado de S. Paulo e O Globo, mas que poderiam ser pelo menos 30 no Brasil).
Medalha de ouro para O Dia (de novo) e prata para o Diário de SP.

2 comentários:

  1. Nota zero para todos! Esse escarcéu por causa de 0,06% de erros? O que se esconde por trás desta escandalização?

    ResponderExcluir